teste minha imagem
Google+

Dica Nível Básico

Como fotografar silhuetas

Quando se está aprendendo a fotografar, uma das primeiras coisas que você pergunta ao seu professor é: “Como faço aquelas fotos em silhuetas ou contraluz?”.

Esse tipo de fotografia chama muito a atenção e são lindas.

Quando iniciei meus estudos, também fiz a mesma pergunta e a resposta a mim foi: “Aumente a velocidade do obturador”. Meu professor estava certo, trabalhar com alta velocidade ou high shutter speed, é a forma mais fácil e rápida de se fazer uma foto em silhueta.

 


Canon EOS 5D Mark III - EF 70-200mm f/4L USM - f/4.5 -  1/125 - ISO: 3200
Foto: @tiagogel

 

E o mais importante, claro: para obter uma foto em silhueta ou contraluz no jargão da fotografia, você precisa estar de frente para essa fonte de luz. Ou seja, o assunto a ser fotografado precisa estar em primeiro plano e atrás dele uma fonte de luz maior do que há no objeto a ser fotografado. Em resumo, uma pessoa ou objeto entre sua câmera e a fonte de luz.

 


Canon EOS 5D Mark III - EF 50mm f/1.4 USM - f/11 -  1/320 - ISO: 200
Foto: @tiagogel

 

Queremos fotografar pessoas passando em uma passarela em um dia ensolarado, a primeira coisa a ser feita é: identificar a fonte de luz por trás do objeto a ser fotografado, neste caso a passarela. Quando olhamos percebermos que há mais luz no céu do que na passagem por onde as pessoas passam. Nesse caso, fazemos a leitura da luz ou a fotometria, no céu. Mantendo sempre o foco na passarela. Como falei, a maneira mais rápida de se fotografar na contraluz é elevar a velocidade do obturador até zerar a régua de medição da fotometria. Exemplo: 1/500 com f/5.6, com isso conseguimos o resultado que queremos. Isso acontece porque a leitura da luz ou a fotometria feita foi da luz atrás do nosso objeto, dando o resultado da silhueta.

 


Canon EOS 5D Mark III - EF 50mm f/1.4 USM - f/1.4 -  1/1000- ISO: 400
Foto: @tiagogel

Claro que não é uma regra trabalhar apenas com o shutter speed em alta, podemos obter o mesmo resultado que desejamos usando apenas o diafragma. Nesse caso se prioriza a velocidade do obturador e fechamos o diafragma. Exemplo: 1/125 com f/16, assim quando se trabalha utilizando apenas o diafragma para fazer fotos na contraluz, você ganha profundidade de campo. Tornando mais nítido os objetos atrás do seu assunto.

 


Canon EOS 5D Mark III - EF 50mm f/1.4 USM - f/5.6 -  1/100 - ISO: 400
Foto: @tiagogel

 

Comecei na fotografia como fotojornalista, cenas de rua sempre me chamaram mais atenção. Iniciei minha carreira no jornal Diário do Grande ABC, mas trabalhei nos outros jornais da região como Metro Jornal e ABCD Maior. Como estava sempre na rua em contato com esses tipos de cenas, fui me dedicando mais para a Foto de Rua.

 


Canon EOS 5D Mark III - EF 70-200mm f/4L USM - f/5.6 - 1/80- ISO: 2000
Foto: @tiagogel

Uma dica muito importante que dou é sempre observe ao seu redor, pois como o meu editor gostava de falar: “Não fique preso a pauta, pois a foto está a sua volta”. Sempre que estiver fotografando fique atento ao que acontece ao seu redor.

Sempre tenho em mãos minha Canon EOS 5D Mark III acoplada com uma EF 50mm f/1.4 USM, gosto muito de fotografar com ela pois quando se trabalha com a abertura máxima você consegue um desfoque magnífico. Também carrego comigo a minha EF 24-105mm f/4L IS USM, que me possibilita ter uma angular e uma tele na mesma lente.  

 

Como na fotografia estamos sempre aprendendo, gosto de ir atrás de referências para refinar o meu olhar quando estou na rua. Nas minhas fotos de silhuetas utilizo muito a meu favor linhas e sombras, dando o contraste que quero. Tenho como referência Cartier-Bresson com suas fotos de rua e o fotógrafo Mirko Saviane com suas fotos de contraluz.

--------------

 

Essas são minhas dicas para você que quer aprender a fazer fotos contra luz. Fotografe sempre.

Comentários

Deixe seu comentário