teste minha imagem
Google+

Dica Nível Intermediário

Dicas para fotos bem compostas

Em geral, a composição é o modo de reunir as partes para formar o todo, a combinação e a disposição dos elementos. Na fotografia essa definição também se aplica. Uma boa imagem, possui além de boa técnica, uma composição harmônica que agrade o olhar.

Essa noção compositiva vem de muito tempo atrás. Ela está na pintura, arquitetura, escultura, gravura, fotografia e em diversas outras manifestações artísticas. Isso porque a composição ajuda a trazer a sensação e o clima da imagem, dando direção ao olhar.

Temos a tendência de “ler” as imagens da esquerda para direita, por ser o mesmo sentido que usamos para a leitura e escrita.

Esse é o conceito básico da composição fotográfica. Dominando-o é possível brincar com a montagem das imagens para direcionar o olhar e causar diferentes sensações.

Para auxiliar na composição das imagens, existem algumas “regras” que se aplicam a várias áreas e foram muito usadas por grandes mestres das artes, arquitetura e design.

Vamos apresentar algumas das mais usadas na fotografia e que podem ajudar muito na hora de compor sua foto.

 

1 - A mais usada: regra dos terços

Podemos dividir a imagem em nove partes iguais através de duas linhas horizontais paralelas e duas linhas verticais paralelas formando uma grade.

Chamamos essa grade de “Regra dos Terços”.

Essa regra diz que os elementos de destaque da sua foto ficam em melhor visibilidade quando estão nas intersecções dessas linhas. Em geral é a mais fácil de ser aplicada, porque atualmente a maioria das câmeras já vem com a opção de colocar esse grade no LCD no momento da foto. Então você já consegue ver a cena com essas linhas guias que te auxiliam na hora de compor.

Utilizando a regra dos terços, a dica é colocar os principais elementos da sua imagem justamente nos pontos de intersecção. Eles são popularmente chamados de “pontos de ouro”.

 (Foto: Thais Vandanezi)

2 - Proporção Áurea

Essa composição é mais complexa e mais antiga que a anterior, mas guiou grande parte da artes plásticas e se enquadra em diversos elementos naturais.

Tem sua origem na matemática, há muitos anos e não se sabe ao certo onde, ela foi usada pela primeira vez, mas foi aplicada pelos povos egípcios e gregos, bem como grandes pintores como Leonardo Da Vinci.

Essa proporção vem de uma lógica que existe em toda a natureza. Ela existe no corpo humano, nos animais, plantas, etc.

A partir da proporção áurea foram criados o retângulo áureo e a espiral áurea. Esses são os elementos mais importantes para a fotografia. Seguindo esses dois elementos, pode-se criar uma harmonia da composição. Eles são mais usados na composição de retratos.

Não precisamos desenhar geometricamente essas formas. Conseguimos pegar na internet ela já pronta e nos softwares de edição de imagem já temos a opção de ter essa forma no crop da imagem para nos guiar.

 (Foto: Thais Vandanezi)

3 - Linhas: horizontal, vertical, diagonal

As linhas da imagem trazem diferentes sensações e podem ser usadas de acordo com a intenção da foto. As linhas horizontais, por exemplo, trazem a ideia de calma e estabilidades; as verticais passam a ideia de grandiosidade.

Já as diagonais e curvas geram tensão e guiam o olhar pela imagem a determinado ponto. Qualquer uma delas pode ser usada sem medo, a ideia é combinar essas regras com o assunto da sua foto para te ajudar a contar uma história.

Nesse caso, outra boa dica é trabalhar com as linhas quando o desejo for criar fotos mais simétricas.

 Predominância de linhas horizontais – Predominância de linhas verticais – Predominância de linhas diagonais. (Fotos: Thais Vandanezi)

4 - Cores

As cores ou a ausência delas, despertam determinadas sensações na foto.

É muito importante prestar bastante atenção nas cores que compõem a imagem, pois elas também ajudam a contar a história.

As cores quentes trazem um clima mais intenso às fotos, enquanto as cores frias trazem uma ideia de calma.

Mas a teoria das cores é muito mais profunda, afinal uma cor pode ter vários significados. Tudo depende do contexto em que á aplicada.

Existem combinações que geram maior ou menor tensão, por isso vale a pena dar uma estudada a fundo nesse assunto.

 Fotos com cores frias – foto com cores quentes – fotos em Preto e Branco (Fotos: Thais Vandanezi)

5 - Quebrando as regras

Com certeza é possível fazer fotografias incríveis que não se encaixam em nenhuma regra compositiva e é muito importante quebrar as regras , mas para isso é preciso conhecer bem todas elas. Ou seja, domine bem as regras para conseguir quebrá-las com propriedade.

De início, você pode escolher algumas técnicas de composição que mais lhe agradam e fotografar muito. O mais importante nesse momento é experimentar todas as possibilidades.2Com o tempo e com o treino, essas composições vão acabar enraizadas em seu olhar e elas virão naturalmente.

É nesta hora que você pode começar a experimentar novos olhares. É a hora de quebrar as regras.

O importante é sempre treinar o olhar, juntamente com a técnica, pois esses dois elementos é que vão criar um bom fotógrafo.

Comentários

Deixe seu comentário