teste minha imagem
Google+

Dica Nível Básico

Dicas para fotografar viagens

Eduardo e Mônica se encontraram não só na música, mas também na fotografia e nas viagens.

Hoje, vivem do blog "Eduardo e Mônica", onde postam fotos e matérias de suas trips. Eles vêm com dicas exclusivas para você também viajar e fotografar muito com sua Canon.

--------

Era começo de 2014 quando decidimos fazer a volta ao mundo. Planejamos ficar fora por um ano, mas nunca mais voltamos. Descobrimos por acaso a possibilidade de trabalhar com fotografia de viagem, o que mudou muito a nossa forma de representar tudo o que estávamos vivenciando naquele momento.

Muito antes da viagem, eu já fotografava profissionalmente moda e interiores. Durante nossas viagens de férias, eu levava a fotografia mais como hobby do que algo profissional. E foi assim no começo, até que, ainda no primeiro mês da viagem, chegamos à Mongólia.  


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/2.8 - 1/1600 - ISO: 160
Foto: Eduardo e Mônica

QUANDO A FOTOGRAFIA DE VIAGEM COMEÇOU PARA NÓS

Estar na Mongólia era um sonho realizado. Planejamos cada detalhe do tour para observar os pontos principais da vida nômade local, com tempo para interagir e fotografar. O que nos motiva a viajar é o contato com as pessoas, e aquelas pessoas mudaram toda a nossa perspectiva de fotografia de viagem.

Era injusto apenas registrar. Nós precisávamos fazer as pessoas contarem suas histórias através das nossas lentes, sem que dissessem palavras, e elas faziam isso de uma forma tão natural... Ali, naqueles dias, vivenciando uma realidade tão diferente da nossa, a fotografia de viagem entrou nas nossas vidas de vez. E com ela veio a ideia de compartilhar o que vivenciamos e sabemos sobre viagem e fotografia no nosso blog, que mais tarde se tornou, inclusive, nosso portfólio profissional.


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/3.2 - 1/8000 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica

A IMPORTÂNCIA DE TER REFERÊNCIAS E OBJETIVOS

Sempre tivemos muitas referências de fotografia de viagem: Sebastião Salgado, por falar abertamente sobre como idealizou os projetos; Steve McCurry, pela sua visão e as cores; e Cartier Bresson, pela sua sensibilidade na fotografia. Inspirar-se não é fazer igual, mas ampliar o olhar.

A viagem é planejada de acordo com nossos interesses e localização. Gostamos de ir a lugares menos visitados, mas também gostamos de ver a rotina das grandes cidades. Nosso objetivo como fotógrafos de viagem é mostrar a realidade que vai além do senso comum, os detalhes que passam despercebidos a olhos menos atentos. Os jogos que acontecem nas ruas, a escolha de um jornal, a vida do trabalhador local de uma cidade turística, a rotina. A cidade como ela é, mas que apenas um olhar treinado é capaz de reconhecer. A visão fotográfica precisa ser treinada dia após dia.


Canon EOS 5D Mark III - EF 24-105mm f/4L IS USM - f/6.3 - 1/4000 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/3.5 - 1/4000 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica

A UNIÃO DE VISÃO, TÉCNICA E EQUIPAMENTO

Visão e técnica fazem com que as fotos de viagem se tornem únicas. Com o passar do tempo, minha técnica fotográfica foi mudando. Antigamente eu fotografava com uma abertura de f/2.8, no máximo f/3.5, mas percebi que estava perdendo muita informação nas fotos. Foi quando comecei a estudar mais, saí da minha zona de conforto e comecei a usar uma abertura entre f/6.3 e f/8, o que é ideal para mim.

Assim como a técnica, também nos preocupamos em ter um bom equipamento. Fotografamos com a Canon EOS 5D Mark III e a Canon EOS 6D, com as lentes EF 35mm f/1.4L II USM, EF 17-40mm f/4L USM, EF 50mm f/1.4 STM e EF 70-200mm F/2.8L IS II USM, sempre em RAW. Por nossas câmeras serem full frame e com tecnologias novas, elas nos possibilitam fotografar a partir do ISO 400 com ótima qualidade. Isso nos dá mais controle e rapidez no caso de mudança de luz. Visão, técnica fotográfica e um bom equipamento são essenciais para um fotógrafo de viagem.

A lente que mais uso é a EF 35mm f/1.4L II USM, a melhor para mim, com ótima qualidade ótica e construção. As cores que essa lente me entrega são maravilhosas – 75% das minhas fotos de pessoas e de detalhes são feitas com ela. A EF 17-40mm f/4L USM é muito usada para arquitetura externa e interna e paisagens. Já a EF 70-200mm F/2.8L IS II USM utilizo para paisagens e pessoas.


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/5 - 1/2000 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/4.5 - 1/1000 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/2.8 - 1/125 - ISO: 3200
Foto: Eduardo e Mônica


O DESAFIO DA FOTOGRAFIA DE VIAGEM: TEMPO X LOCALIZAÇÃO X LUZ

Nosso maior desafio na fotografia de viagem é a luz – a mudança dela ao longo do dia ou ter de registrar um momento quando ela não está boa para aquilo. E isso vale também em trabalhos para os quais somos contratados, pois, na maioria das vezes, não temos muito tempo para ir e depois voltar para o mesmo lugar. O tempo de campo pode ser muito limitado, por isso é necessário ter objetivos.

Precisamos planejar o nosso dia de acordo com localizações e horários de determinadas atrações, como mercados públicos, feiras livres, cerimônias, entre outras particularidades da região. É por isso que pesquisamos muitos lugares que possam nos trazer boas imagens, principalmente de pessoas, que é o que considero fundamental nas minhas fotos.


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM- f/5 - 1/3200 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/1.8 - 1/320 - ISO: 1250
Foto: Eduardo e Mônica

Minha câmera está sempre comigo e sei que não posso desperdiçar meu tempo. Nós nunca sabemos como estará o dia amanhã ou que pode acontecer. E já aconteceu tanta coisa na viagem... Se nos dias seguintes for possível revisitar o lugar e fazer novas fotos, é melhor ainda, porque nos dá a oportunidade de ver e registrar com mais calma.

Estar sempre fotografando ajuda a melhorar a visão e a percepção sobre a fotografia. Isso não significa perder experiências ou virar escravo das lentes. Nossa viagem só faz sentido porque estamos em contato com as pessoas, nós nos permitimos gastar o tempo com elas. E são elas que geralmente fazem o espectador ser transportado para aquela imagem, naquele momento.

A fotografia de viagem nos desafia constantemente como profissionais. Por isso tudo, somos motivados a continuar estudando, treinando e testando para cada vez mais representar os lugares na sua essência.


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/7.1 - 1/1600 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica


Canon EOS 5D Mark III - EF 70-200mm f/2.8L USM - f/2.8 - 1/200 - ISO: 3200
Foto: Eduardo e Mônica


Canon EOS 5D Mark III - EF 35mm f/1.4L USM - f/4.5- 1/500 - ISO: 400
Foto: Eduardo e Mônica

Comentários

Deixe seu comentário