teste minha imagem
Google+

Blog 29.01.2018

Os segredos da fotografia de paisagem

Começo
Eu sempre andei de skate e numa determinada época, comecei a trabalhar em uma skateshop e, por isso, comecei a gostar de fazer fotos deste estilo. Minha primeira câmera foi uma Canon Rebel que comprei usada do dono desta loja.

No começo era apenas uma maneira de retratar o dia a dia de skate e algumas viagens de surf, mas aos poucos o olhar foi mudando e percebi que a câmera começou a ser uma ferramenta de expressão pessoal.


Canon EOS 7D Mark II - EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM - 1/20 - ISO: 800

Fotografar paisagens foi uma consequência. Eu andava de skate, fotografava surf e as paisagens estavam ali, pedindo para serem fotografadas.

Referências
Comecei a buscar referências de fotografia de surf e skate e percebi que as paisagens faziam parte importante do contexto.

Quando percebi que as paisagens também geravam fotos lindas, fui buscar referências e comecei a praticar a fotografia de paisagem.


Canon EOS 7D Mark II - EF-S 55-250mm f/3.5-5.6 IS STM - 1/10 - ISO: 800

Fred Pompermayer, Fábio Minduim, Pedro Tojal, Shin Shikuma, Flavio Samelo e outros foram grande fonte de inspiração.

Aos poucos fui aprendendo mais sobre enquadramento, técnicas e cores na fotografia. Foi neste momento que comecei a me dedicar mais as paisagens em si.

Eu queria retratar as viagens que fazia e os lugares que eu ia de uma maneira mais interessante, como se eu pudesse realmente contar o que vivi com as fotos.


Canon EOS 7D Mark II - EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM - 1/20 - ISO: 800

O processo da fotografia de paisagem

Com a fotografia de paisagem, procuro fazer uma breve pesquisa antes de sair pra fotografar. Olho o mapa, tento entender de onde vem a luz e pesquiso alguns elementos naturais e ambiente dos lugares.

Na hora de fotografar tento achar algo que caracterize a fotografia com a paisagem.

Árvores, ondas, pedras, reflexos, o sol. Algo que dê a dimensão real de como é o lugar, que faça quem olhe a foto se sentir ali presente.


Canon EOS 7D Mark II - EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM - 1/15 - ISO: 800

Adoro o nascer e o pôr do sol, mas gosto muito da hora dourada também. A Hora Dourada é aquela luz de começo e fim de dia que tem um tom mais amarelado, mais suave e um pouco mais difusa que a luz de sol à pino.

Prefiro as cores vibrantes, por isso procuro fotografar nessas horas para valorizar a beleza dos lugares.

Na minha visão, a conexão com a paisagem é fundamental. Gosto de estar nos lugares por mais tempo, com calma, analisar bem o que estou vendo e a sensação que aquela paisagem me passa. Acredito que só assim é possível contar uma história com a fotografia.


Canon EOS 7D Mark II - EF 50mm f/1.8 STM - 1/10 - ISO: 800

Dicas

Prefiro fotografar com lentes grande-angulares, mas gosto de me desafiar usando lentes normais e até teleobjetivas.

Prefiro usar sempre o obturador mais fechado e o tempo de exposição mais longo. Uma dica que ao não realizar me custou muitas fotos tremidas, é trabalhar com um disparador remoto ou, se possível, apenas usar o timer da câmera, diminuindo assim o contato na hora do disparo e deixando as fotos mais nítidas.


Canon EOS 7D Mark II - EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM - 1/30 - ISO: 1600

Algumas câmeras Canon têm wi-fi e permitem controlar a câmera via celular. Isso ajuda muito!

A Canon EOS Rebel T6 e EOS Rebel T6i são duas dessas câmeras. Isso ajuda muito, porque você dispara a câmera a distância.

Outro ponto: tripés firmes são essenciais para as condições que às vezes encontramos na natureza: vento, barro, areia, pedras. É necessário ter certeza que a câmera está estável!

Equipamentos

Atualmente, uso uma EOS 7D Mark II porque ela é simplesmente demais. Esta câmera é rápida no processamento e no disparo contínuo,  robusta e tem uma ótima qualidade de imagem.

Tenho também uma EOS 80D que é uma ótima câmera. Tem foco preciso no visor ótico e no LCD que é touch screen, bem prático.

Uma boa lente para começar com as paisagens em câmeras cropadas, como as EOS Rebel T6, EOS Rebel T6i, EOS 80D e a EOS 7D, é a EF-S 10-18mm f/4.5-5.6 IS STM. Ela cobre uma área interessante e tem muito boa qualidade ótica, o que permite fazer imagens muito nítidas.

--------------

Acredito que belas paisagens tem o poder de fazer com que as pessoas se imaginem em outro lugar por alguns instantes, eu adoro essa mágica!


Canon EOS 7D Mark II - EF-S 55-250mm f/3.5-5.6 IS STM - 1/200 - ISO: 1600

Publicado por: Ian Pires Categoria: Aprenda

Comentários

Deixe seu comentário